10 AÑOS DE EXPERIENCIA ACOMPAÑANDO A INVERSIONISTAS

DEL MUNTO ENTERO EN LA CONCEPCIÓN, IMPLEMENTACIÓN Y

OPERACIÓN DE SUS PROYECTOS DE NEGOCIOS EN CHINA

CHINNOVATION 2017: BRASIL REUNIU NO ULTIMO DIA 30 DE MAIO EMPRESAS CHINESAS DE INTERNET COM VALOR DE US$ 190 BILHÕES!!

O primeiro encontro entre empresas de internet do Brasil e da China levou ao World Trade Center em São Paulo mais de 25 gigantes chinesas que planejam expandir suas operações para fora de seu país de origem. No total, o valor destes negócios supera 190 bilhões de dólares. Para além destas, mais de 25 empresas chinesas que procuram internacionalizar suas operações, o evento contou ainda com a presença de analistas de mercado e investidores.

Entre as marcas que participaram do evento estavam o gigante tecnológico Baidu (US$ 60 bi), o player de transporte urbano Didi (US$ 50 bi), o agregador de notícias Topbuzz (US$ 11 bi), o líder de apps de imagem Meitu (US$ 6 bi),o player de live streaming Kuaishou (US$ 3 bi) e o campeão de utilitários móveis Cheetah Mobile (US$ 1.5 bi). Além destes, fintechs, mídia social, empresas de game, e-commerces e serviços O2O chineses (online to offline) foram ao Brasil para apresentar seus modelos de negócio e planos de expansão

Algumas destas empresas chinesas haviam já antes demonstrado o seu interesse por algumas estruturas empresariais brasileiras. Exemplo disso será o investimento da Didi na start-up/empresa de corridas por aplicativos 99. De facto, em Janeiro deste ano, efectivou-se uma injecção de capital com recursos principalmente da empresa Didi Chuxing (do mesmo sector e que adquiriu as operações da UBER no país asiático) no montante de US$ 100 milhões. Esse investimento despertou o interesse de outros investidores internacionais. Já este mês a empresa 99 recebeu novo investimento de US $ 100 milhões da companhia japonesa de serviços de telecomunicações e internet Soft Bank.

Maior investidor estrangeiro no Brasil desde 2009, a China também enviou ao Chinnovation representantes de fundos de Venture Capital, como a Beam Capital e Grand View Capital. “Apenas estes dois fundos possuem US$ 100 milhões disponíveis para investir exclusivamente em mercados fora da China”, afirmou In Hsieh, CEO da China-Brazil Internet Promotion Agency (CBIPA), entidade que organizou o evento em parceria com o Baijing, plataforma de mídia chinesa e de suporte à internacionalização de empresas asiáticas.

Do lado brasileiro, mais de 500 executivos C-Level, de empreendimentos de internet, inscreveram-se no evento, entre eles representantes de entidades que receberam investimentos chineses nos últimos dois anos, como a 99 e o Peixe Urbano.

Segundo o presidente da CBIPA e Country Manager do Baidu, Yan Di: “a ascensão de inovações com origem na China, como os serviços de mobile payment, online to offline, utilitários móveismonetizados e a onda de inteligência artificial são novidades que devem beneficiar também a internet brasileira, além do conhecido apetite chinês por ativos brasileiros”, afirma Di. O evento foi, assim, uma excelente oportunidade de troca de informações e aprendizado entre os dois países!

© COPYRIGHT - DEPARTAMENTO LATINO